Casa (des)arrumada?

Vai amanhã a votação, na Assembleia Municipal, o empréstimo de 250 M€ para pagamento de dívidas de curto prazo e investimento na reabilitação urbana.

Afinal os outdoors a dizer "Cumprimos - Casa Arrumada e Contas em Dia" parecem mais um exercício de futurologia.

6 comentários:

Luis Amado Neto disse...

Gosto muito de ler os vossos artigos.Nem sempre faço comentários porque já me disseram que a vossa equipa é muito rigida e não publica quase nada...Nota negativa então se assim é.No blog pessoal do Santana já vi comentários bem negativos á pessoa dele e publicados.Não vamos pensar que ele vé tudo sózinho...prtanto,atenção ao exagero de zelo!!!!Ainda vão trabalhar com o PS com tanta democracia...
Costa é um mentiroso!!!Ainda há tão pouco tmpo a Ana Lourenço lhe desenhou uma entrevista tão á medida,seguramente com a assinatura do mano Ricardo e ela pau mandado,lá fez figura de tonta.Costa dizia então com o sorriso habitual de quando mente,que tinha pago tudo, que a CML agora até podia investir!!!Bom, com créditos de 250 milhões de euros, quem não pode investir?
Senhor Dr.Santana Lopes.Força e não se deixe levar pelas influências.O Senhor não necessita nada nem ninguêm.Basta seguir o seu sentido.Estive no Arco no dia 1.Vi lá gente que não gostei de ver....cuidado!Beijam-no e abraçam-no e depois dizem mal de si,mas pior!!!fazem-no perder muitos votos preciosos!

Antonio Cardoso disse...

É verdade que sim, é verdade que muitos dos que beijam são os que mais veneno mandam.
Mas párem de dar tantos conselhos, porque a vida é mesmo assim, não é só na politica.
Vá em frente com a sua velha equipa, com a sua equipa de sempre ou com uma nova equipa. Simplesmente vá em frente.

Anónimo disse...

A casa pode estar desarrumada e as contas ainda por acertar, mas o Dr. António Costa tem um ar que inspira muito mais confiança do que o Dr. Santana Lopes.
Não ajudou ele andar sempre na boca do mundo e nas revistas.
Desejo boa sorte aos dois, mas acima de tudo desejo boa sorte a Lisboa.

Carlos Macedo disse...

Gostei de ler estes postes e comentários.Até me ri de ver que as pessoas querem dar conselhos, e mais me ri quando vi o senhor Cardoso a dizer parem de dar conselhos.Eu digo o contrário.Nunca parem de dar conselhos e ajudem-nos a pôr o dr.S.Lopes no sítio que ele merece e melhor ainda,que Lisboa merece.O resto,bom o resto o dr estará cansado de saber, das pessoas do passado que o deixaram mal..muito mal..e voltarão a deixar se por lá aparecerem..por uma razão simples: sêde de vingança.
Eu não pude ir ao Arco infelizmente por saúde,mas vi na televisão,olhos bem abertos para ver as aves raras que por lá passariam.Eu e meia Lisboa,isso meu amigo.Gato escaldado......
Força dr. Santana,lá chegaremos com a graça de Deus!!!

Judite Amaral Lima dos Santos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
florbela silva disse...

Concidadãos Lisboetas,

Não querendo ser crítica ás anteriores opiniões que têm a validade igual entre todos, na minha modesta opinião os comentários devem ser objectivos e associados ao tema proposto, em cada post.
Na situação em apreço, dos Outdoor que estão a ser colocádos pela cidade e em referência ás frases associádas, acho que valem o que vale ... porque nada melhor do que apreciar a veracidade das mesmas pelos factos contraditórios da vida camarária no quotidiano.
Sabe-se bem que em campanha, e existem várias formas e maneiras para o fazer, o PSD também usou das mesmas técnicas.
Importa é cada vez mais nós enquanto cidadãos eleitores exigirmos a verdade de cada acto político, seja do poder local como central.
Para isso, importa ler e estudar a imprensa escrita e ir aos locais assistir e avaliar a conduta de cada elemento eleito pelos nossos votos.
Sabemos e conhecemos os perfis dos candidatos em questão, poucas mudanças têm ocorrido, no entanto, o Dr. Pedro Santana Lopes teve muitas poucas oportunidades para se destacar, pois pelo menos 6 meses leva uma instalação de um novo executivo.
Agora só pela mudança podemos apreciar a diferença e comparar se foi a melhor opção, para isso tem que ser dada uma nova oportunidade.

Da discução nasce a luz, mas tem que ser construtiva, produtiva e não difamatória.

Tenho dito
Florbela da Silva